Erguido em apenas seis meses, projeto segue preceitos de sustentabilidade e de construção industrializada

Inaugurado em junho de 2020, em Zell im Zillertal (Áustria), o MalisGarten Green Spa Hotel, estabelece perfeita simbiose com a natureza. Cercado por extensa área verde, em região montanhosa, chama a atenção por sua arquitetura e interior intimistas. Não por acaso, o projeto de cinco andares assinado pelo renomado arquiteto e designer Matteo Thun  é inteiramente em madeira engenheirada local. Apostando no CLT (cross laminated timber) e MLC (madeira lamelada colada) como sistema construtivo e adotando outras variações da madeira para seguir a premissa de se obter ambientes agradáveis e de relaxamento, o espaço é capaz de proporcionar renovação da mente e do corpo. 

Erguido em apenas seis meses, o hotel segue preceitos de sustentabilidade e de construção industrializada: menor impacto ao meio ambiente, velocidade construtiva, redução no consumo de água e energia, uso de materiais renováveis, diminuição de custos operacionais, entre outros. Sem contar que devido ao uso abundante da madeira, foi possível estocar cerca de 1.500 toneladas de CO2 em toda a edificação, o equivalente a 388 carros a menos nas ruas por cerca de um ano.

Conhecido mundialmente por suas criações sustentáveis, em entrevista local sobre o projeto do hotel, Thun comentou o porquê de sua preferência pela madeira. “Ela é o único material com longevidade estética e técnica”, disse. Em sua opinião, pode ser considerada uma das estrelas do MalisGarten, graças à sua versatilidade, por isso foi empregada em todo o projeto.  Além disso, a madeira é um material que proporciona sensação de bem-estar em qualquer ambiente o qual é inserida somada às propriedades termoacústicas que regulam o clima interno.

O hotel tem 35 quartos que, assim como nas áreas comuns, a madeira proveniente de uma silvicultura sustentável regional foi evidenciada. A ideia foi proporcionar ao hóspede uma atmosfera acolhedora. Além do conforto, o material tem um efeito calmante na mente e no corpo, consequentemente promove um “sono saudável”, por isso seu uso abundante nos dormitórios e espaços de relaxamento. Para o Green Spa Hotel MalisGarten, nesse sentido, a madeira é perfeita em todos os aspectos.

Idealizadora do projeto, a família Binder-Egger –  detentora do grupo Ziller Seasons – é conhecida no mercado europeu por sempre investir em empreendimentos sustentáveis, sobretudo que levam o uso abundante da madeira. Com base na filosofia do prazer holístico, que envolve as pessoas em toda a sua complexidade, acreditam no material de apelo aos cinco sentidos. Além, é claro, de ser uma matéria-prima regenerativa, com benefícios construtivos que atende a todos os quesitos de sustentabilidade.

voltar [<]