Desde o plantio do pinus até a chegada das peças na obra, muita tecnologia é envolvida na fabricação da madeira engenheirada

A madeira engenheirada que a Amata oferece ao mercado por meio da marca Urbem compreende dois tipos de produtos: o CLT (Cross Lamited Timber) e o MLC (Madeira Lamelada Colada) ou Glulam (Glued Laminated Timber). Com particularidades distintas, ambos são produzidos de pinus, espécie proveniente de matriz florestal regenerativa.

Do plantio das mudas, passando por seu crescimento – no Brasil seis vezes mais rápido que na Europa – até o material pronto para uso muita ciência é envolvida a fim de assegurar a máxima eficácia do produto. “Com elevado nível tecnológico e rigoroso controle de qualidade é possível trazer confiabilidade, precisão, estabilidade dimensional e durabilidade aos produtos estruturais de madeira”, afirma o engenheiro Felipe Icimoto, responsável pela área de Pesquisa e Desenvolvimento da Urbem.

Segundo o engenheiro, o grande diferencial da madeira engenheirada está em sua padronização, graças ao processo de beneficiamento pelo qual a matéria-prima é submetida. Neste transcurso, depois de retiradas da floresta, as toras de pinus são serradas e transformadas em lamelas (tábuas), que passam por secagem, tratamento químico em autoclave e ressecagem em estufa.

A seguir é realizada a seleção visual e mecânica das tábuas, conforme sua qualidade, e emendadas no comprimento desejável. Na linha de colagem, as lamelas são agrupadas e recebem a aplicação do adesivo, sendo prensadas em classes de resistência específicas.

Devidamente comprimidas, as peças de madeira engenheirada são usinadas, embaladas, sequenciadas e enviadas conforme o plano de montagem da obra. Os rebaixamentos para a instalação de componentes hidráulicos e elétricos e recortes para encaixes já são previstos na etapa industrial e chegam prontos no canteiro de obras.

 

Diferenças entre o CLT e o MLC

CLT

A produção é feita pela sobreposição de camadas de lamelas de madeira coladas perpendicularmente, formando painéis utilizados como lajes, paredes estruturais e até telhados de grandes edificações.

CLT | Cross Lamited Timber

Glulam ou MLC

Tem um processo produtivo realizado por meio de colagem de lamelas de madeira com o sentido das fibras paralelo ao eixo longitudinal do produto. Formando, assim, elementos lineares como vigas e pilares que podem ser utilizados em complemento ao CLT.

MLC | Madeira Lamelada Colada

voltar [<]