• Fernando Bilia
    Fernando Bilia

    Se fosse uma árvore, com certeza, seria um ipê amarelo.

    Engenheiro florestal formado pela ESALQ-USP. Em 1992, começou sua vida profissional na área de Produção de carvão, no Mato Grosso do Sul. Em seguida, mudou seu foco para Implantação de florestas, atuando nos estados do Mato Grosso do Sul, São Paulo, Bahia e Maranhão. Atualmente, é responsável pela implantação do cluster de plantio de eucalipto da AMATA no estado do Mato Grosso do Sul. Suas atividades incluem prospecção de áreas para aquisição, estruturação de operações e análise de oportunidades para o negócio florestal no Centro-Oeste.
     

  • Wagner Itria
    Wagner Itria Operações

    Se fosse uma árvore, com certeza, seria uma Umburana.

    Engenheiro florestal formado pela ESALQ-USP, com MBA em Gestão Empresarial pela FGV, Especializações em Tecnologia da Celulose e Papel pela UFV e Engenharia da Qualidade pela POLI-USP. Em 1997, começou sua vida profissional na Suzano Papel e Celulose, onde atuou por 16 anos nas áreas de operações florestais (silvicultura, colheita e desenvolvimento operacional), certificações, six sigma e excelência operacional. Atualmente, é responsável pelas operações da AMATA no estado do Paraná.

  • Luciano Budant Schaaf
    Luciano Budant Schaaf Planejamento e tecnologia

    Se fosse uma árvore,
    com certeza, seria uma floresta inteira. 

    Engenheiro florestal formado pela UFPR, mestre em Ciências Florestais com ênfase em Manejo Florestal pela mesma universidade, começou sua carreira como estagiário da Champion Papel e Celulose. Foi coordenador de consultoria da Silviconsult Engenharia e gerente de Planejamento e tecnologia da Orsa Florestal. Integra a equipe da AMATA desde 2007, onde atua nas áreas de Planejamento, Qualidade, Tecnologia, Controles, Monitoramento e Socioambiental. É também o responsável pela operação na Floresta do Jamari.

  • Alexsandro Holanda
    Alexsandro Holanda Chief Financial Officer (CFO)

    Se fosse uma árvore, com certeza, seria um mogno.

    Formado em Economia pela PUC, possui MBA em Finanças corporativas pela FGV. Foi gerente de planejamento financeiro na Tempo Participações e na Contax. Atuou como project controller na Unisys do Brasil, além de outras experiências como Analista financeiro. Na AMATA, é responsável pelos departamentos Financeiro, Contabilidade, Fiscal, Orçamento, Recursos humanos, Jurídico, Tecnologia da informação e Controles internos. 

  • Edneusa Araújo dos Santos
    Edneusa Araújo dos Santos Recursos humanos

    Se fosse uma árvore,
    com certeza, seria um roxinho.

    Graduada em Psicologia com MBA em Gestão de RH, atuou na coordenação de Recursos humanos de empresas dos segmentos comercial, serviços e saúde. Na AMATA, coordena o recrutamento e seleção de pessoal, cuida das áreas de Segurança e medicina do trabalho, Administração de pessoal, Relações sindicais, bem como do Treinamento e desenvolvimento de pessoal, entre outras atividades relativas ao RH.

  • Vanessa Cristina Pereira
    Vanessa Cristina Pereira Jurídico

    Se fosse uma árvore, com certeza, seria um Ipê Roxo.

    Formada em Direito pela FMU (Faculdades Metropolitanas Unidas), sempre atuou no departamento jurídico de empresas com foco na preservação de seus direitos e interesses. Na AMATA, de maneira preventiva e estratégica, orienta o exercício das atividades sociais da companhia, com o intuito de mitigar seus riscos.
     

  • André Ferreira
    André Ferreira Operações

    Se fosse uma árvore,  com certeza, seria um IPÊ AMARELO.

    Graduado em Engenharia Florestal pela UNESP de Botucatu. Em 2010 iniciou sua vida profissional na área de qualidade da madeira em indústria de painéis. No ano seguinte ingressou na Amata, atuando na área de controles e monitoramentos das operações de reflorestamento e manejo florestal. Atualmente, é responsável pela operação florestal no estado do Pará, com foco no reflorestamento com espécies nativas em áreas degradadas.

  • Patrick Reydams
    Patrick Reydams Operações

    Se fosse uma árvore,  com certeza, seria uma Canela Imbuia.

    Engenheiro florestal formado pela UFPR, com especialização em Gestão Industrial pelo CEFET-PR. Trabalhou nas empresas Braspine e Braslumberna, na área de Produção de molduras, atuando como responsável pelos setores de Afiação de ferramentas, Secagem e Pré-usinagem de madeiras. Em seguida, na Cikel, em Belém-PA, como Coordenador da Produção de Pisos maciços e estruturados. Posteriormente, assumiu a Gerência Industrial na empresa Curuatinga, em Santarém-PA, produtora de Pisos maciços e estruturados. Em 2010 passou a trabalhar para a empresa canadense Sequoia Floorings onde atuou como Diretor técnico, responsável pelas operações de Controle de Qualidade e Legalidade de produtos exportados.  

  • Tomaz Grisanti de Moura
    Tomaz Grisanti de Moura Conselho administrativo

    Se fosse uma árvore, com certeza, seria um jatobá.

    Ingressou na BRZ Investimentos em 2009 onde trabalha como sócio da área de Longo Prazo. Tomaz está na indústria de private equity desde 2002, tendo trabalhado na Votorantim Novos Negócios e na Matlin Patterson. Tomaz participa do Conselho de Administração de Amata, Agrovia, Brado Logística, Eco Florestas, Regina, e teve participação em outros conselhos como Telefutura (Tivit), AnFreixo, entre outras. Tomaz Moura é graduado em Engenharia de Produção pela Escola Politécnica da USP e possui um MBA pela Harvard Business School.
     

  • Luizinho de Souza
    Luizinho de Souza Operação florestal

    Se fosse uma árvore,
    com certeza, seria um
    ipê amarelo.

    Engenheiro florestal formado pela UNEMAT, atuou em cooperativas e empresas do setor florestal, no Pará e no Mato Grosso. Na AMATA, trabalha na execução do Plano de Manejo Florestal Sustentável, incluindo as operações de corte, arraste, transporte e inventário florestal.

  • Dario Guarita Neto
    Dario Guarita Neto

    Se fosse uma árvore, com certeza, seria uma Eucaliptus Urograndis. 

    Sócio Fundador e CEO da Amata.

    Formando em Administração de Empresas pela FAAP. Iniciou sua carreira em consultoria estratégica e banco de investimento. Trabalhou com gestão de portfólio de investimentos e reestruturação de empresas. É Presidente do Conselho da Fundação Maria Cecilia Souto Vidigal e membro do Conselho do ICE e outras organizações não governamentais no Brasil.

  • Matheus Felipe Zonete
    Matheus Felipe Zonete Planejamento e tecnologia

    Se fosse uma árvore,
    com certeza, seria um cumaru.

    Engenheiro florestal, graduado pela ESALQ-USP, com mestrado em Métodos Quantitativos, Economia e Planejamento. Atuou na Savcor Forest como Gerente de relacionamento com cliente e de Projetos de planejamento e controles operacionais. Na mesma empresa, participou da implantação de sistemas de planejamento e controle florestal na América do Sul e Europa. Na AMATA, entre outras atribuições, cuida do Planejamento e controle das operações de manejo de nativas, Plantações florestais e Industrialização da madeira.

Anterior Próximo

Compartilhe

Outras redes sociais