Eucalipto

Eucalyptus grandis, Eucalyptus saligna, Eucalyptus dunnii e Eucalitpus urograndis

Características: O gênero Eucalyptus compreende um grande número de espécies, com madeiras de características físico-mecânicas e estéticas bastante diferenciadas, o que permite a substituição de várias espécies nativas. Coloração varia de castanho amarelado a castanho rosado. Sua altura varia entre 25 e 40 metros.

Para que serve?  tem uma série de finalidades, como lenha, estacas, moirões, dormentes, carvão vegetal, celulose e papel, chapas de fibras e de partículas, fabricação de casas, móveis e estruturas.

Trabalhabilidade: Normalmente a madeira oriunda de árvores com rápido crescimento, apresenta problemas de empenamento, contrações e rachaduras quando do desdobro. Plantações, convenientemente manejadas, podem produzir madeira excelente para serraria e laminação.

Onde é colhido?

  • Acre
  • Alagoas
  • Amazonas
  • Amapá
  • Bahia
  • Ceará
  • Distrito Federal
  • Espírito Santo
  • Goiás
  • Maranhão
  • Minas Gerais
  • Mato Grosso do Sul
  • Mato Grosso
  • Pará
  • Paraíba
  • Pernambuco
  • Piauí
  • Paraná
  • Rio de Janeiro
  • Rio Grande do Norte
  • Rondônia
  • Roraima
  • Rio Grande do Sul
  • Santa Catarina
  • Sergipe
  • São Paulo
  • Tocantins

FONTES: Banco de Dados de Madeiras Brasileiras do IBAMA, IPT, Livro Árvores Brasileiras, de Harri Lorenzi, volumes 1 e 2.

FOTOS: Laboratório de Madeiras e Produtos Derivados/IPT.

Compartilhe

Outras redes sociais