Com o objetivo de oferecer a solução ideal para cada cliente, a AMATA trabalha com um amplo portfólio florestal. No Mato Grosso do Sul, ela realiza o plantio de eucalipto, e no Paraná, planta pínus, além do eucalipto. Essas florestas geram produtos finais mais homogêneos, ideais para projetos de transformação de grande escala.

O diferencial da empresa nesse tipo de manejo está no uso múltiplo da madeira ao término do ciclo de produção. O foco está na comercialização de madeira sólida, que poderá ser utilizada na construção civil ou na indústria moveleira. Todavia como parte do processo de manejo da floresta, parte da produção é destinada ao mercado de madeira para processo, como painéis, energia e celulose.

Para obter mais informações, clique aqui .

O Brasil é uma referência mundial na silvicultura de eucalipto e pinus. Segundo dados da Associação Brasileira de Produtores de Florestas Plantadas (ABRAF), a produtividade dos plantios nacionais é a maior do mundo.

Fatores como solo, clima, quantidade de chuva, qualidade da mão de obra empregada no setor e mais de 40 anos de pesquisas na área fazem com que o Incremento Médio Anual (IMA) – medida do crescimento anual em volume de madeira – seja superior a 40, enquanto em outros países – por exemplo, a Nova Zelândia, segunda colocada no ranking – ele é 18,8.

Entenda o processo

Compartilhe

Outras redes sociais

Acesse também